Vinhos ILHA - DOP Madeirense

A redescoberta da Ilha

O amor à terra e a paixão pelos vinhos e os seus aromas. O desafio de uma casta mal-amada, a Tinta Negra. O desejo em afirmar-se como a mais jovem produtora na Madeira. Tudo somado, com originalidade quanto baste, nasceu uma nova trilogia de vinhos com a designação oficial de “Ilha”. Um sonho concretizado graças ao arrojo da produtora Madeirense, Diana Silva.

Segundo a produtora “é um vinho de paixão”. “Muito criterioso, um vinho de nicho, que não se preocupa com as regras do mercado. É o projeto da minha vida”, resume, sem esconder o quanto de si colocou neste “Ilha” enquanto investimento pessoal. O mote que se pode ler na rolha, “Amor à terra e crença no ‘terroir’, diz quase tudo.

Autodidata, feita a pulso, Diana investiu tudo nas parcerias que desenvolveu com os viticultores locais, especialmente em São Vicente, na Madeira. São Vicente é a terra que mais acredita ser das mais apropriadas para a casta Tinta Negra que assume ser a casta de futuro e que mais prestígio trará para os vinhos DOP Madeirenses. “Nenhuma casta ao longo dos séculos se adaptou tao bem como a Tinta Negra. É a nossa casta e produz vinhos únicos, ímpares”, diz Diana Silva mencionando que para sempre vai apostar na “mal amada”. Como essa casta, considera-se resiliente e que já trabalhou em várias áreas para hoje estar a construir o seu sonho! Quer continuar a ser conhecida como a menina produtora (a mais jovem produtora da Madeira) da Tinta Negra e não se importa que a considerem “louca” por fazê-lo, porque ser diferente, mas por algo bom, é fantástico! Quer que todos a recordem como a que está a trazer valor à região, ajudando a Madeira e os viticultores locais. Esta pequena produção - cerca de 3500 garrafas de tinto e de branco e cerca de 3900 garrafas de rosé – resulta em vinhos elegantes, de baixo teor alcoólico (11,5%, 12%), muito diferentes.

Mais do que comprá-los, vai querer degustá-los – uma e outra vez… E assim redescobrir a Madeira, através do “Ilha”.

Dia 18 de Setembro às 19h - Loja da Conceição

Prova comentada

Valor da prova 10€, não é necessária pré-inscrição, o pagamento é feito na loja antes da prova. A prova terá a duração de aproximadamente 1h.

10% desconto nos vinhos em prova, só na loja da Conceição e no dia da prova. Oferecemos ainda um vale de 1h gratuita no parque de estacionamento da Praça da Figueira.

Esperamos que esta seja uma magnífica experiência para todos os participantes.

  • Diana Silva trabalhou grande parte da sua vida no sector vitivinícola, tendo inicialmente trabalhado na área do Turismo. Atualmente com formação em enologia, esteve envolvida em projetos de norte a sul do país, até perceber que o queria mesmo era fazer o seu próprio projecto. A maioria das pessoas achou que era louca quando percebeu que ela, originária da Madeira, escolhera uma casta desdenhada por todos - a Tinta Negra - para criar o seu projecto. E assim nasceu o Ilha, um vinho DOP da Madeira, que não é vinho Madeira.

Localização da prova:

< Voltar à loja