• RUB
  • RU

Событие

30 Mar

Encontros com Pequenos Produtores (EPP)

Prova Gratuita — Loja da Conceição, 16h. às 18h

Na Garrafeira Nacional, onde não faltam referências conhecidas por todos, acreditamos que também existe espaço para os produtores mais pequenos e porque privilegiamos o estreito contacto dos nossos clientes com cada produtor, divulgamos os seus produtos de excelência para que estes sejam conhecidos e apreciados por um público cada vez mais exigente. Junte-se a nós neste encontro e venha provar projetos de nicho com origem no território nacional, esperamos por si na loja da Conceição!

PRODUTORES
EM PROVA

Quinta de San Joanne

Para concretizar os seus objetivos, desde o início trilhou um caminho bem diferente do que era usual para a produção de Vinho Verde: recusando-se por exemplo a introduzir CO2 no vinho, que era o que na época definia o estilo do Vinho Verde. Em produção desde 1996, João Pedro Araujo produz o “Terroir Mineral”, das castas Loureiro e Avesso, com um perfil cristalino e profundo, que lhe permite evoluir em garrafa e melhorar com a idade, contrariando o senso comum de que o Vinho Verde só podia ser bebido jovem e mostrando que trabalhando-se com qualidade, este vinho pode envelhecer como qualquer outro vinho de carácter.

Quinta da Ponte Pedrinha

Com uma localização privilegiada na Região do DÃO, a Quinta da Ponte Pedrinha é propriedade de Maria de Lourdes Osório, estando na posse da família há mais de três séculos e conta também com uma longa tradição vitivinícola. A área de cerca de 53 hectares de vinha dá também vida a estes vinhos oferecendo detalhes de rara beleza à paisagem circundante. A Quinta da Ponte Pedrinha situa-se na sub-região da Serra da Estrela a 400 metros de altura com as suas vinhas desenvolvidas em solos graníticos.

Nuno Mira do Ó

Este Jovem produtor trabalha com vinhas de 30 anos de idade até centenárias pela região centro do país. As do Dão estão implantadas num planalto a 500 metros de altitude. O clima, com grandes amplitudes térmicas, é influenciado principalmente pela Serra do Caramulo a oeste e pela Serra da Estrela a Sudeste. Os solos são graníticos e à superfície existe uma surpreendente abundância de calhau rolado. Os vinhos são feitos numa antiga adega de pedra, onde a vinificação é bastante minimalista. Tal como os antigos Druidas das civilizações celtas, que tinham uma grande ligação à terra e buscavam o equilíbrio espiritual através do equilíbrio da natureza, o que procuramos nos vinhos é o equilíbrio sensorial através da harmonia entre os solos, o clima e as plantas.

Baías e Enseadas

Os vinhos Baías e Enseadas foram o concretizar de um sonho bem antigo, que começou a ser realizado em 2012, com a surriba do terreno na futura vinha da Ribeirinha, na Codiceira, Sintra, seguida da plantação propriamente dita, no ano seguinte. É essencialmente destas duas vinhas que saem as uvas que dão origem aos vinhos Baías e Enseadas. Os terrenos onde se situam estas vinhas são essencialmente argilo-calcários, com predominância da argila na Vinha da Ribeirinha e de calcário na Vinha do Campo, o que resulta em vinhos mais volumosos no primeiro caso e mais elegantes no segundo. A junção das uvas destas duas vinhas permite obter vinhos mais complexos.

Localização
  • Loja Conceição
    Rua da Conceição 20/26
    1100-227 Lisboa - Portugal

    Seg. a Dom.: 10h00 - 21h00